Início Saúde Aplausos e gritos de alegria: a reação de equipe do Butantan ao...

Aplausos e gritos de alegria: a reação de equipe do Butantan ao saber da eficácia da vacina chinesa contra Covid-19

Diretores do Butantan reagem a anúncio de eficácia da CoronaVac em reunião nesta quarta-feira (6) — Foto: reprodução/Instituto Butantan

Um vídeo divulgado pelo Instituto Butantan nesta quinta-feira (7) mostra a reação de diretores do instituto ao receber a informação sobre a eficácia da CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Butantan.

Em uma reunião fechada feita na noite desta quarta (6), o diretor do instituto, Dimas Covas, e outros funcionários recebem as informações de um homem que aparenta ser integrante do comitê internacional de análise do estudo. Ao recebem as informações sobre a eficácia de 78% da vacina, os diretores comemoram os dados, aplaudindo e dando gritos de alegria.

“Agora eu tenho um resumo dos dados. Depois eles entregam os dados completos. Então, para casos leves que precisam de algum tipo de ajuda, seja porque precisam de ajuda médica ou medicação, a eficácia foi 77,96%, com intervalo de confiança inferior de 49,15 e superior de 90,44. Para casos de internação hospitalar, 100% eficaz”, diz o homem no vídeo.

“Temos uma vacina. Valeu todo o esforço”, completa.

Diretores do Butantan reagem a anúncio de eficácia da CoronaVac em reunião nesta quarta-feira (6) — Foto: Reprodução/Instituto Butantan

O estudo da CoronaVac no Brasil é avaliado por um comitê de especialistas sediado na Europa. A praxe em estudos científicos é a de que apenas esse comitê tenha acesso a algumas informações sigilosas sobre o estudo.

Procurado, o Instituto Butantan não confirmou ainda a identidade do homem que apresenta os dados de eficácia. Porém, ao final da reunião, o diretor-geral do Butantan, Dimas Covas, comemorou o resultado e disse que o desafio do instituto agora é fazer o imunizante “chegar ao braço dos brasileiros”.

“Com esses resultados, nós temos certeza que temos uma boa vacina. Uma vacina que vai ajudar a sobreviver, nesse primeiro momento, a essa terrível pandemia. E quem sabe, em um segundo momento, ajudar a nos livrarmos dessa situação difícil em definitivo… Vamos em frente, porque temos muito trabalho pela frente, agora mais do que nunca, para fazer essa vacina chegar ao braço dos brasileiros. É o que nós queremos. É o que nós vamos fazer”, disse Dimas Covas.

Veja a matéria completa no G1 SP.

G1 SP

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!